gore

Eu acho que não só eu como boa parte dos fãs de cinema estão muito, profundamente, decepcionados com os filmes atuais.

Essa semana após assistir um longa, 5 dias de guerra, eu comecei a pensar sobre a industria em si e sua falta de coragem para a produção de filmes adultos (Não confunda com pornô!), tudo isso porque o filme em questão do qual eu assisti não se continha e mostrava a todo tempo os horrores da guerra e o estado de medo extremo em que os participantes dela se encontravam.

Ou seja, o filme se aprofundava no enredo sobre a guerra entre a Geórgia e a Rússia, mas em nenhum momento se continha. Assim toda hora você via pessoas feridas sagrando até a morte, mulheres e crianças morrendo e a falta de compaixão dos mercenários russos. Apenas o sexo não era abordado no filme, pelo obvio motivo, falta de espaço e lógica para ele no roteiro.

Coisa que o cinema hollywoodiano atual não costuma abordar, por medo de que seu projeto seja taxada com um grande nível de censura. Censura da qual nos anos ’90 fazia as massas irem ao cinema para verem a arte ser feita, desse modo surgiram filmes como: RoboCop, Tropas estrelares, Predador, Rambo, Drive (Esse tá meio fora de contesto) e etc. Filmes que eram encabeçados por diretores que usavam a violência para passar uma mensagem ao publico; A mensagem de como nossa sociedade estava indo pro caralho.

Atualmente você olha para a indústria e tudo o que vê é filmes com grande potencial, mas que por causa do maldito “dinheiros” são totalmente enfraquecidos para que o produto final seja aberto para todos os públicos (Cof… Cof… Lanterna… Cof… Verde… Cof). O que ao final de tudo acaba se tornando um gigantesco tiro no pé do estúdio, uma verdadeira bazucada se formos levam em consideração os rombos que deixam ao cofres dos estúdios e produtores.

E se você pensa que toda a culpa fica por conta dos executivos, eis que se engana. Pois, o próprio publico também é um grande culpado pela merda em que estamos. Já que filmes como Dreed, por exemplo, se saíram ridiculamente mal nos cinemas por falta de publico cabeça para o filme. O que faz automaticamente os investidores do projeto virarem as costas para uma futura continuação.

Então fica essa pergunta no ar; será que o mercado de cinema futuro se resumirá apenas a nomes como Christopher Nolan, Quentin Tarantino, Nicolas Winding Refn e Ridley Scott?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s