konami-mobile-malditosinvasores Eu não sei o que eu faço com a Konami

Após os mais recentes eventos que sacudiram as estruturas da Konami esse mês – saída de Hideo Kojima da companhia e sua remoção da bolsa de valores de Nova Iorque – parece que ainda teremos muitas outras mudança a caminho. Pois, segundo Georges Weidman, editor do site Super Bunnyhop, segundo uma fonte direta da Konami, Hideo Kojima poderá ter deixado a companhia porque esta vai passar a focar-se nos jogos de casino e no mercado mobile, além disso parece que o diretor geral da Konami, Kagemasa Kozuki, detesta Kojima e estaria disposto a acabar com a série Metal Gear.

Essa informações coincidem com os mais recentes rumores que têm circulado pela web durante várias semanas sobre a possível razão do despedimento de Hideo Kojima, que coincidiu com o anúncio da Nintendo que vai dedicar-se ao desenvolvimento de títulos mobile em parceria com a DeNA. Ao que tudo indica esse anúncio foi o empurrão necessário para que Kagemasa mudasse os planos da companhia e começasse agora a querer concentrar-se nos jogos mobile e de casino (ou seja, a boa e velha rixa entre as companhias).

Weidman ainda compartilha uma troca de emails com sua fonte onde as informações são confirmadas.

emails-gyv05w

Ainda sobre Kojima, sua equipe parece também não estar passando muito bem..

“A Konami já não precisa deles. Podem contratar pessoas com menos talento por menos dinheiro e ganhar o mesmo com os jogos de casino e mobile. Kagemasa quer que eles saiam mas não pode despedir a equipa toda de uma vez, por isso está a forçá-los a renunciar. Depois de ter sido anunciado que Kojima tinha sido despedido, a Unit 8, que é como chamamos a Kojima Productions agora na Konami, os servidores foram cortados e a Kojima Productions ficou sem acesso à Internet durante duas semanas. As pessoas que trabalharam nos Kojima Report e nos sites viram as suas contas apagadas e tiveram que começar do nada. Os cortes de energia são frequentes, portas de segurança que não funcionam, pessoas forçadas a mudar de escritórios frequentemente. Um verdadeiro inferno. Centenas de pessoas vão perder o seu posto trabalho, não é só o Kojima. Dizem que Kojima poderá processá-los mas não o fará porque quer terminar o jogo e a Konami sabe disso.”

Bem, pelo que posso ver, esse é mais um caso de “executivos do mal”. O mesmo tipo de câncer que estúdios de cinema hollywoodianos têm e que afetam quase por completo seus maiores projetos (eu não estou falando da Warner, ela é um anjo…). Apesar disso; o que realmente me choca é que os caras mal estão possibilitando a conclusão do projeto, os desenvolvedores estão trabalhando em um ambiente terrível e com o constante risco de perderem o trabalho a qualquer momento. O que pode (e vai) afetar muito o desenvolvimento desse que pode vir a ser o último MGS da história. 

Agora, verdade seja dita. Kagemasa pode até não ser o verdadeiro vilão dessa história toda, porque como bem sabemos o senhor Kojima é tremendamente conhecido por estourar orçamentos e entregar jogos com atrasos absurdos. Tudo isso somada ao seu mal relacionamento com a chefia resulta grandes complicações para o funcionamento da empresa. 

Por outro lado, abandonar um mercado que sempre colocou comida na mesa da companhia e apostar em um mercado que “pode ser que” se torne grande no futuro não é lá uma grande ideia. Sim, o mercado no japão é grande. Mas, não grande o suficiente para sustentas os gastos astronômicos da empresa.

Apesar destas informações parecerem credíveis, e de até fazerem algum sentido, a verdade é que continuam a ser “rumores”.

Anúncios

Um comentário em “Konami pode abandonar consoles para apostar no mercado mobile

  1. Isso lembra muito o que aconteceu com a squarenix, que despediu o sakaguchi e sua equipe por motivos muito parecidos, mas que agora parece* que com a entrada de um fã na presidência, está tentando tira-la do buraco. Isso que dá colocarem uma pessoa que visa maximizar lucro e que provavelmente não entende e nem gosta de games. A Konami tinha um carro chefe nas mãos com milhões de fãs e vai jogar tudo no ralo, assim como joga o projeto silent hill. Queriam que o kojima lançasse metal gear todo ano, como lançam PES (jogo que a cada ano recebe mais e mais criticas). Pelo jeito o fim da konami será muito parecido com a SNK, que fizeram o ultimo KOF com 10 pessoas trabalhando com salários atrasados, e o hoje vivem de joguinhos de cassino.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s