herc-malditosinvasores

De volta aos negócios, tanto o Hércules quanto eu.

Durante os meus anos de ávido leitor da linha principal de historias da Marvel Comics, sempre me questionei muito sobre a personalidade extremamente festeira, galhofeira e alcoólatra do semi-deus grego Hércules. Até mesmo lembro de diversas passagens em que os próprios personagens – de primeira linha – questionam a utilidade de tal ser em um universo tão realista e sombrio quanto o da Marvel.

Então, eis que cavalgando a favor do horizonte surge Dan Abnett, disposto a acabar com a galhofa e tornar o personagem o que ele sempre deveria ter sido Make Hercules Great Again e até mesmo guiar o personagem a um proposito maior.

Na nova série de Abnett (publicada em 2015) para o personagem, Herácles está em busca de recuperar sua moral entre a população e ao mesmo tempo desempenhar um papel de herói útil a sociedade moderna. Mas, essa não será uma tarefa nada fácil para o guerreiro grego.

hercules_7
Se tivesse mais duas mulheres morando no apartamento ao lado, virava friends ou big bang theory.

Uma dos principais pontos da revista e que – com toda certeza – vai agradar muito as pessoas que se interessarem e ler essa nova série é que o personagem está profundamente ligado aos mitos gregos. Ou seja, toda nova edição surge uma criatura clássica da mitologia grega e o protagonista ainda dá algumas lições de historia para o leitor ao mesmo tempo em que demonstra toda sua pericia de mais de 1000 anos de idade.

Engraçado mesmo é pensar que Abnett aplicou um certo “tom” de sitcom ao quadrinho, mostrando Hércules dividindo um apartamento com outro herói mítico e sempre entrando em conflito com a proprietária do imóvel por ainda ser um pouco desleixado e nunca contar a ela sobre detalhes importantes de seu apartamento (por exemplo, dividir ele com um herói decadente e beberão).

Não sei o quanto o personagem Gilgamesh vai participar das historias, mas ele também é parte importante dessa nova trama do personagem principal. Assim como Hércules, o “Gil” não se encaixa mais em canto algum e está quase aceitando a ideia de ter se tornado ultrapassado. Coisa que Hércules está lutando muito para não se tornar e acaba fazendo uma dinâmica legal entre os personagens.

hercules-luke-ross

A melhor parte é claro, como em qualquer revista do nosso conterrâneo Luke Ross, são os traços desse gênio do mundo dos quadrinhos. Ele é altamente detalhista em todas as cenas do quadrinho e sabe também fazer sequencias de ação como ninguém; é se tratando de um deus grego com varias criaturas de sua mitologia o perseguindo, luke parece ter se divertido ao trabalhar nessa obra.

Bem, para o personagem essa mudança foi extremamente necessária e até mesmo ouso dizer que foi uma das alterações mais significativas dos últimos 5 anos. A longa das historias clássicas do personagem e até mesmo na modernidade Hércules sempre foi motivo de piada entre os leitores de quadrinhos, mas agora o jogo vai virar para esse personagem.

Com ótimos diálogos, boas sequencias de ação e um grande plott essas novas aventuras de Hércules e seus amigos valem muito a pena.

  • Roteirista: Dan Abnett.
  • Quadrinista: Luke Ross.
  • Colorista: Guru-eFX.
  • Editora: Marvel Comics.
  • Ano de Publicação Original: 2014.

7,5/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s